Aprendizagem/Apostilas/Games/Tutoriais Culturais & Tudo de Informática

<<< TENHA ACESSO A TODO O CONTEUDO DO FORUM - BASTA SE REGISTRAR E LOGAR - DUVIDAS SÓMENTE AQUI! >>>
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 PARA ACABAR COM OS TRAVAMENTOS E A INSTABILIDADE DO SEU WINDOWS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Rafaellive
Administrador
Administrador


Mensagens : 388
Data de inscrição : 20/01/2010
Idade : 121
Localização : Brasilia - D.F. - Brasil

MensagemAssunto: PARA ACABAR COM OS TRAVAMENTOS E A INSTABILIDADE DO SEU WINDOWS   Ter 10 Ago 2010, 01:40

O chefe de estratégia de segurança da Microsoft, Scott Charney, disse desenvolvedores de softwares durante a conferência TechEd 2003, em Brisbane, que "as informações coletadas pela ferramenta de diagnóstico . Dr. Watson revelam que metade de todos os travamentos no Windows são causados não pelo código da Microsoft mas pelo código de softwares de terceiros".

Como jornalista e usuário do Windows desde 1993, decidi escrever um artigo a respeito, ao invés de simplesmente traduzir a notícia.

A afirmação da Microsoft pode dar a sensação de que a empresa está querendo tirar a culpa das próprias costas, para colocá-la em quem desenvolve programas para o Windows. Mas a explicação da empresa é simples, e faz sentido. São comuns - e já foram muito mais, num passado recente - softwares que não são desenvolvidos levando em consideração as diretrizes e critérios publicadas pela Microsoft em seus Software Development Kits (SDKs).

O desenvolvimento de softwares, sem essa atenção, acaba criando problemas como a instabilidade constante e consumo exagerado de memória e recursos do sistema, normalmente as principais razões que levam à lentidão e ao travamentos do Windows. Até hoje é possível encontrar programas, desenvolvidos por empresas grandes e conhecidas, extremamente "mal -comportados". Esses programas solicitam memória e recursos do sistema, e não os devolvem quando não são mais necessários. Nesses casos, a solução mais eficiente é gravar os arquivos em andamento e reiniciar o Windows.

Existem alguns programas disponíveis na Internet que conseguem reduzir esse impacto negativo - um deles, já testado por mim, e para o qual fiz um tutorial, é o SpeedUp Processes 3.0.

Desde a versão 98, e em especial desde a versão 98 SE, o Windows tem sido mais estável, tido menos travamentos, e menos necessidade de reinstalação em função de problemas causados por softwares e terceiros.

Programas que já foram muito problemáticos, caso do CorelDRAW até a versão 7, atualmente estão bastante estáveis. Embora concorde com a opinião apresentada pela empresa ontem, acredito que existam outros motivos para que o sistema operacional trave com mais frequência. Note que escrevi "Sistema operacional", e não o Windows simplesmente. Você já vai entender o porquê.


SANTO MILAGREIRO
Há quem diga que o Linux e o MacOS são muito mais estáveis que o Windows, e não travam. Tendo trabalhado em editoras que tinham 40 computadores Macintosh e um computador Intel com o Windows NT ( no caso, o servidor Web), posso afirmar que o Mac, embora muito bom, não faz qualquer milagre. Trava, trava com frequência, e trava com muita frequência quando é mal utilizado pelo operador.

O Linux é um sistema operacional interessante, é tido pelos "especialistas" como superior ao Windows, mas tem os mesmos problemas de instabilidade e insegurança de qualquer sistema operacional. O que ocorre é que há um grande lobby da comunidade Linux, para tentar provar que ele é muito superior ao sistema operacional da Microsoft. Na minha opinião particular, caso algum dia viesse a ser, teria antes de tudo que abrir mão do conceito de código aberto.

É muito bonita a fantasia de um programa que pode ser alterado por qualquer usuário, adaptando-se as necessidades específicas de cada um. Só que um programa assim dificilmente conseguirá ser estável, seguro, e amigável ao usuário. Até que me provem o contrário, Windows, MacOS e Linux travam. E se a culpa do travamentos pode ser do sistema operacional, ou de softwares de terceiros, podemos apontar alguns cúmplices.


CONFLITOS COM HARDWARE E DRIVERS DESATUALIZADOS
O Windows 95 lançou o conceito de plug and play. Mas esse sistema, que reconhece qualquer periférico instalado no computador, só começou a funcionar com eficiência depois que os fabricantes de hardware passaram a lançar componentes de hardware compatíveis. O próprio Windows 95 se tornou muito mais confiável a partir de sua versão OSR2, quando o plug and play começou a mostrar que era viável.

Com a chegada do Windows 98, os problemas com hardware diminuíram muito, mas incompatibilidades continuaram acontecendo, principalmente porque os fabricantes colocavam (e o fazem até hoje) novidades no mercado antes de estarem plenamente testadas. Os drivers e eventuais atualizações às vezes levavam semanas ou até meses para estarem disponíveis. Quando acontecem problemas o usuário comum, que usa o Windows como ferramenta, tende a criticar o sistema operacional - raramente vai imaginar que aquela placa de vídeo que custou US$ 200 e que é de última geração é a culpada pela instabilidade do sistema e por eventuais travamentos.

Felizmente esses problemas costumam se resolver com a instalação de patches ou drivers atualizados: todos os fabricantes sérios oferecem atualizações constantes que podem ser baixadas na Internet ou encomendadas em CD-ROM. De fato, a maioria dos componentes de um computador moderno - do mouse à placa-mãe - acompanha um disquete ou CD-ROM com drivers compatíveis com todas as versões do Windows, do 95 ao XP.

O CULPADO QUE NINGUÉM QUER ACUSAR
Existe nessa equação um elemento que raramente é lembrado, e pode ter uma parcela grande de culpa Nos problemas de instabilidade e travamentos no Windows e de qualquer sistema operacional: o usuário.

Embora o computador esteja se tornando uma ferramenta cada vez mais amigável, ele ainda não tem condições de fazer auto-manutenção. Infelizmente, cabe ao usuário - mesmo àquele menos experiente - tomar medidas preventivas regulares, para que o computador fique sempre "Em forma". Como mencionei anteriormente, os periféricos - disco rígido, placa de som, placa de vídeo, modem - devem ter seus drivers atualizados sempre que possível.

Existem na Internet inúmeros sites especializados nisso, além dos sites dos próprios fabricantes - lugar mais óbvio para se procurar primeiro. Uma forma fácil de encontrar um driver, é usar um site de busca como Google, e colocar como palavras-chave "modelo do componente" +drivers - escritos exatamente dessa forma: o nome do componente que se quer procurar entre aspas, um espaço e um sinal de adição segui-la palavra drivers. Por exemplo, se você quer os drivers mais atuais para o monitor LG 700E, preencher ao campo de busca com "monitor LG 700E"+driver ou simplesmente "LG 700E" +driver.

É muito comum encontrar computadores, domésticos ou de uso profissional, que não recebem a manutenção básica recomendada pela Microsoft - o uso do scandisk, desfragmentação, limpeza do registro do Windows e eliminação de arquivos inúteis - há vários meses. De fato, não é raro encontrar computadores que nunca passaram por nenhum desses processos de manutenção desde que foram instalados. E o Windows pode ser programado para realizar essas tarefas automaticamente, com relativa facilidade.
O usuário acaba sendo involuntariamente culpado, também, pelos dois próximos itens que vou apresentar como verdadeiros "arrasa-sistema-operacional".


CÓPIAS "ALTERNATIVAS" DE SOFTWARE (TAMBÉM CONHECIDAS COMO CÓPIAS PIRATA)
Como no caso do hardware, também os programas de computador, inclusive o sistema operacional, são lançados no mercado antes de estarem totalmente testados e aprovados. A principal razão para que isso aconteça é a competição de mercado. Por isso mesmo, também são lançadas atualizações regulares para os programa de computador. Além de corrigir possíveis defeitos, as atualizações podem acrescentar recursos novos, muitas vezes solicitados pelos próprios usuários.

Só que se o software é uma cópia pirata, dificilmente poderá ser atualizada - e se a atualização for necessária para a correção de algum bug que esteja causando lentidão ou travamentos, o problema se perpetuará.

No caso do Windows, o sistema oferece um recurso automatizado de procura de atualizações: o Windows Update. Basta estar conectado à Internet, e com dois clique de mouse o Windows busca atualizações e as instala automaticamente. Também neste caso, infelizmente, são raros os usuários que adotam esse importantíssimo procedimento.


SOFTWARES BAIXADOS DA INTERNET E SIMILARES
É comum que o usuário baixe e instale em seu computador softwares que encontra na Internet. Instala, testa, usa algumas vezes, e esquece. Com a chegada de modems mais rápidos e da banda larga, essa facilidade de baixar programas cresceu. Além disso, com R$ 10 é possível comprar revistas que presenteiam seus leitores com CDs cheios de programas, muitos deles suspeitos, muitos deles perigosos.

Ocorre que a cada novo programa instalado o sistema operacional sofre alterações. São alteradas chaves de registro, e acrescentados arquivos - muitas vezes incompatíveis - ao sistema operacional, caso dos arquivos *.dll. Até a primeira edição do Windows 98, era comum ver computadores tão comprometidos pelo excesso de softwares instalados, que tinham que ter seu disco rígido formatado e o sistema operacional instalado novamente.

A partir do Windows 98 SE essa situação melhorou um pouco mas ainda é um procedimento arriscado e instalar tudo o que se encontra pela frente. Muitos desses programas, mesmo depois de desinstalados, e deixam no computador arquivos desnecessários e até prejudiciais, além de alterações no registro do Windows que deveriam ter sido eliminadas.

ANTIVÍRUS E E-MAILS COM ANEXOS
Não ter algum tipo de antivírus instalado na máquina representa um risco muito grande. Da mesma forma que existem vírus altamente destrutivos - o próprio autor já perdeu informações valiosas em função de vírus - existem também vírus que podem ficar ativos na memória do sistema, degradando seu desempenho, causando travamentos, sem que o usuário venha a tomar conhecimento disso.

Ainda mais graves são os cavalos de tróia, ou trojans, arquivos que, como os vírus, chegam anexados a e-mails , em disquetes ou até são baixados através de programas de troca de arquivos como o Kazaa e o iMesh. Esses trojans abrem várias portas de comunicação da máquina para invasores. Mesmo que uma eventual invasão não cause qualquer prejuízo material ao usuário, a simples presença desse tipo de software diminui o desempenho, e causa instabilidade e travamentos no sistema.


ENTÃO O WINDOWS É PERFEITO, CERTO?
Nada é perfeito e nenhum sistema operacional será ! Se o Windows fosse perfeito, não necessitaria de versões novas, nem do serviço Windows Update. O Windows já foi um sistema operacional muito difícil de trabalhar. Quem precisou usar, profissionalmente, versões como a 3.11 ou a primeira versão do Windows 95, sabe do que estou falando. Mas os sistema evoluiu, e com ele evoluíram os componentes usados para montar computadores.

Se hoje se consegue uma estabilidade muito grande no uso desse sistema operacional, ela é devida principalmente ao amadurecimento do Windows 98 e de suas versões posteriores. Esse amadurecimento e grande sucesso do sistema, fez com que os fabricantes de componentes melhorassem a qualidade e aumentassem a compatibilidade de seus produtos, beneficiando a todos.

Vou listar abaixo uma série de procedimentos que, se seguidos à risca, permitirão a você ter um Windows muito mais estável, e muito menos propenso a travamentos e outros problemas.

* Atualize seu micro.
* Se seu equipamento tiver mais de cinco anos de uso, considere a compra de um novo.(1)
* Instale uma cópia original e registrada do Windows.
* Use softwares originais, e os mantenha atualizados.
* Faça a manutenção preventiva, mencionada neste artigo, quinzenalmente.
* Use o serviço Windows Update mensalmente.
* Tenha um antivírus instalado, e atualizado semanalmente.
* Instale e use o AdAware, para detectar e desinstalar softwares espiões (spyware)
* Procure deixar pelo menos 20% de espaço livre em seu disco rígido.
* Procure ter no máximo 200 fontes instaladas em seu computador.
* Instale um bom software de diagnóstico e e manutenção (existem versões gratuitas).
* Não altere a configuração do seu computador, a menos que saiba o que está fazendo.
* Não faça o overclocking.
* Use um bom cooler (ventoinha), e mantenha-o limpo e funcionando.
* Nunca desligue o computador sem antes sair do Windows.(2)

(1) estou preparando uma matéria entitulada "Computador popular do BABOO" aonde mostrarei que é possível montar um computador de alto desempenho com menos de US$ 350.

(2) o procedimento correto é clicar no botão Iniciar > Desligar> Desligar o computador> OK, e aguardar a mensagem "Já é possível desligar o seu computador com segurança". Computadores de última geração não apresentam esta mensagem, desligando-se sozinhos depois de finalizado o procedimento descrito.

Você pode achar que estou fazendo apologia do Windows já que escrevo para um site - o BABOO - que está dentro do portal MSN, de propriedade da Microsoft. Na verdade, quero passar a você as experiências de quase onze anos usando o Windows continuamente. E posso afirmar, sem qualquer envolvimento, que os procedimentos acima permitem ter um sistema estável e que dará satisfação constante ao usuário.

CONCLUSÃO

O Windows não é perfeito, tem seus problemas, e eventualmente pode travar. Quando a Microsoft reportou que 50% dos problemas e travamentos são causados por programas de terceiros, assumiu para si os outros 50% da culpa. Mais do que qualquer outra empresa, a Microsoft investe recursos humanos e recursos financeiros para colocar no mercado o melhor sistema operacional baseado em interface gráfica que se pode comprar.
Obviamente, um software tão complexo quanto o Windows terá sempre problemas.

Cabe ao usuário fazer a sua parte, mantendo seu computador atualizado, limpo e bem configurado.

É muito fácil para a turminha do "quanto pior, melhor" criticar o o Windows. Difícil é imaginar como estaríamos hoje, sem o sistema operacional que revolucionou o uso do computador como ferramenta de pesquisa, estudo, trabalho, comércio e entretenimento .

Obviamente os procedimentos descritos nesse artigo não são à prova de falhas e nem funcionam da mesma forma em todas as configurações de computador. Nem o autor nem o Baboo podem garantir que as sugestões aqui apresentadas cessarão ou diminuíram os problemas de instabilidade ou travamentos de seu computador. Mas todas elas podem ser aplicadas sem medo: se não resolverem o problema da sua máquina, ao menos elas não farão mal algum. E esse pode ser o sinal de seu computador e tem um problema mecânico ou eletrônico a ser diagnosticado e consertado.


fonte:forum do baboo

_________________




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://rafaellive.multiply.com
 
PARA ACABAR COM OS TRAVAMENTOS E A INSTABILIDADE DO SEU WINDOWS
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» EM NOME DE SÃO CIPRIANO!SIMPATIA PARA AFASTAR RIVAL
» SÓ REALIZE-A E M ÚLTIMO CASO. para acabar com um relacionamento
» Série Emmanuel - PENSAMENTO E VIDA
» Como recuperei do cansaço mental
» Como resolver o problema da criminalidade infantil em nossa sociedade.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Aprendizagem/Apostilas/Games/Tutoriais Culturais & Tudo de Informática :: SOLUÇÃO DIRETA :: SOFTWARE-
Ir para: